segunda-feira, 1 de junho de 2020

Passagem

Eu não tenho nem para a passagem, mas vou dar um jeito de te ver.
Nem que para isso eu tenha que andar 5 km a pé, até conseguir uma carona com um bando de gente que, aparentemente, não tem medo de dar carona para estranhos, justamente por serem os estranhos da história e, depois de 30 minutos no carro, eu seja arremessado para fora por não rir das piadas deles... Mesmo eu rolando na ribanceira que fui jogado com o carro em movimento, torcendo o pé por isso, e no meio da floresta eu tenha que subir em uma árvore para fugir de chimpanzés que nem eram perigosos e eu não sabia... Ainda assim, depois de ficar lá três dias somente com um passatempo, eu não desistiria de te ver.
Tudo bem se o meu celular não pegar sinal e, tentando subir mais alto, o galho da árvore quebre e eu caia. Acordando horas depois, me vendo no meio de uma tribo, virando prisioneiro até que eu aprendesse a língua nativa deles para conseguir dizer que eu só estava tentando ver a cremosa para, só então assim, eles me libertarem... Ainda assim, depois de ser deixado no meio da floresta com os olhos vendados e deitado no formigueiro, eu não desistiria de te ver.
Atravessaria a floresta, usando a lua para saber onde fica o norte, dando graças aos céus por ter aprendido isso na série, chegando na divisa de um país e me tornando imigrante sem saber, até ser preso e ter direito a uma ligação. Eu ligaria para você. Se você não me atendesse, ficaria preso por sete meses, até que liberto, arrumasse um emprego em uma sorveteria e lá juntasse o suficiente para a passagem e, finalmente, indo em direção à rodoviária, pronto para comprar minha ida, eu fosse assaltado por uma velhinha armada. Ainda assim, xingando a velhinha em espanhol que me deu uma coronhada e levou todos os meus pesos, eu não desistiria de te ver.
Tá, você pode, por favor, abrir logo essa porta? Eu conto o resto pessoalmente.

terça-feira, 23 de abril de 2019

Tudo ou Nada

O excesso de bagagem
Que não tem onde ou com quem guarde
Deve preencher o vazio que aqui se instala?
Quem sabe seja o que falta... 
E, com isso, tudo acabe?

Mas é pra acabar?

Talvez tudo seja o excesso, a falta
O de mais, o de menos 
Não dá pra enxergar olhando de dentro
Ou dá?

Sufoca
Esmaga
Pressiona
pensar.

Então, que realidade há?

Extra 
Mais
Demasiado
Excesso
Cheio?
Não quero

Ausência
Eco
Nada
Cadê?
Vazio?
Eu desprezo

Não tolero.
Tá virando abscesso
Não saber pelo o que rezo...
É tudo ou nada
Preciso saber pelo o quê peço

Só sei que sobra vontade
Falta coragem
E resta saudade
Ah, equilíbrio, torço pelo retorno de nossa amizade.




sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Está no seu bolso

Autoestima é o prêmio de uma corrida em que você não sai do lugar. É a procura por algo bem escondido que está no bolso da calça que você usa. É admirar os seus defeitos, como se fossem bons demais para ser verdade...

Estimo que estimar-se leva às alturas e, lá do alto, todos são pequenos demais para enxergar você. Não é como se você não quisesse descer e olhá-los de perto, porém a sua companhia é a mais importante de todas e eles agora são apenas coadjuvantes.

Ah, como é prazeroso olhar e perceber-se lindo! O lado externo, antes cheio de rabiscos e "construções inadequadas", dá lugar à uma imagem perfeita, e você pode até pensar "Eu? perfeito? Perfeito só Deus!", mas Ele quem te fez, esqueceu?

Okay. Tudo bem. Eu sei que, por agora, você ainda não encontrou a luneta que te deixa enxergar-se de forma nítida, entretanto existem algumas maneiras de encontrá-la de modo mais rápido e ter sucesso no amor próprio!

Vamos a algumas delas?



1. Saia das redes sociais

Sim! Você leu certo!  😱
Vamos ter que ficar off-line por um tempo, mas é por uma boa causa.

Sabe a foto daquela menina perfeita, que tem o corpo dentro dos padrões pré-estabelecidos, que viaja para vários lugares, que frequenta os melhores restaurantes e que faz você pensar que sua vida é horrível? Então, a vida dela não é só aquilo! A vida dela, provavelmente, carrega pesares que você nem imagina, mas isso ela não vai mostrar no feed

Você colocaria seus defeitos no Instagram? Acho que não, né? Então, por que ela colocaria?

Quando estamos submersos nas redes sociais, acabamos por criar expectativas superestimadas através da vida do outro. A "perfeição" do outro nos faz pensar que somos ruins. Não temos as melhores roupas, não viajamos para onde gostaríamos, não temos o emprego de nossos sonhos, não somos bons o suficiente...


⚠️ Hey! ⚠️

Isso é uma cilada!

Para quem está em processo de reconstrução mental, é importante não se comparar a nenhuma pessoa. Cada ser humano é um universo único que tem seus defeitos, qualidades e age de seu modo frente às situações. O feed só mostra uma parte disso tudo, então nunca se baseie nele!


2. Minta para você mesmo

Pois é. Não me orgulho disso, mas foi o que eu fiz no início.

Antes de tudo, você elogia uma pessoa por quais motivos?

 💭💭Pensa aí.💭💭

Geralmente, elogiamos, porque a pessoa é linda, cheirosa, estilosa etc. e de alguma forma nós quisemos falar sobre isso, expor como a víamos. Contudo, também elogiamos porque gostamos tanto da pessoa que, mesmo ela não estando tão linda, cheirosa, estilosa, nós queremos fazer com que ela se sinta assim. Uma mentira social para arrancar o sorriso de quem você ama, não é assim que funciona?

Sendo assim, a segunda opção é o que você deve fazer consigo mesmo. Você deve se elogiar. Todos os dias.
Você vai pensar em tudo de bom que você tem, todas as características únicas e belas que você apresenta e vai falar, constantemente, sobre isso.
Se você não enxerga nada de bom em si, você vai começar pelos elogios que já te fizeram e dali para mais, ok?

De primeira pode achar que é mentira, mas saiba que aquilo que mais falamos tem o poder de se transformar na maior parte dos nossos pensamentos.
Se antes você pensava que de 100%,  1% você é legal e 99% ninguém te suporta, se começar a dizer que você é "maneiro pra caramba", tenho certeza que essa porcentagem na sua cabeça vai começar a mudar. 💆💁

Ah, antes que eu me esqueça, todas as vezes que pensar em dizer algo ruim sobre si, você não vai falar. Pensar é inevitável, mas colocar para fora torna real, assim como quando magoamos alguém na hora da raiva e nos arrependemos depois.
Pense que você é um cachorrinho e falar algo ruim seria como se estivessem pisando na sua pata. (Eu apelo mesmo).



3. Consuma conteúdos sobre autoestima

Chegamos ao último tópico e, se você chegou até aqui, começou muito bem! Acabou de consumir um texto sobre esse assunto tão tabu para você. Só que não deve parar por aqui e esquecer!

Quando nós estamos prestes a fazer uma prova, nós sentamos, esperamos de braços cruzados que ela esteja fácil e torcemos para que tiremos uma nota boa? Não. (Bom, pelo menos não deveríamos 😂)
Da mesma forma somos nós com os assuntos que nos colocam à prova todos os dias. Temos que estar munidos de sabedoria para enfrentar nossos próprios pensamentos. E, ao contrário do que pensam, a sabedoria se adquire após lições que aprendemos, que podem ser tanto as nossas como as de outras pessoas.
Nesse caso, assistir experiências de pessoas que conseguiram aumentar sua autoestima, ler sobre o assunto a todo momento, conversar com gente que passa pelo o mesmo que você, vai te ajudar a conseguir vencer esse obstáculo que é se amar do jeito que você é!

Não se esqueça que é melhor dois do que um, porque se um cair, tem outro que o levante. (Ec 4:9-10)💓

Perceba que não está só, que é capaz e já é meio caminho dado! A outra parte do caminho está no seu próprio bolso! 💭



Se precisar de ajuda, estou aqui para conversar e contar mais sobre minha experiência. Beijos doces!
Gosta de textos neste estilo? Comenta que faço mais 💗


sábado, 1 de dezembro de 2018

Até lá

Nenhuma perda é fácil
Corrói o coração
Enferruja
Enrijece
O rosto perde sua expressão
De fora nem parece
Mas as lágrimas, em demasia, se derramam
Não dá pra enxugar a alma
É nela que se nota a falta
É nela que a dor inflama

Em descompensação
O ritmo desacelera
O corpo em repouso espera
O dia de adaptação
O dia em que ele se acostumará
Com a ausência que agora está
Preenchendo toda essa imensidão

O universo sente essa mudança
O céu, em tom triste, demonstra essa inconstância
As horas, assim como eu, contam
Quantos dias para te abraçar...
"Papai, cuida bem dela até lá, tá?"
Até lá... sei que em lembranças ainda posso te encontrar

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Tensão

Anteontem, uma tensão muscular foi a responsável por piorar todo o meu dia. Tudo indicava que ela era a consequência de uma noite mal dormida, uma posição nada adequada, e que passaria na noite posterior, todavia ela não passou. No dia seguinte, ela reapareceu em sua força total e eu não conseguia mover os músculos do meu pescoço.

Meu trapézio tinha mais nós do que todo meu cabelo despenteado. Era tanta a tensão que eu acordei pensando na melhor posição de dormir no final do dia... Quem acorda pela manhã pensando no sono da noite que está por vir?

Tomei um remédio, pensei "vai passar" e, com as distrações do meu dia nada fatídico, assim aconteceu. Ela sumiu sem deixar vestígios e eu agradeci aos céus por isso.

Hoje, pela manhã, minha perna começou a mexer sozinha, tremendo sem parar, e comecei a prestar atenção. Minha respiração voltou a ficar ofegante e o peso de algo, que não sei o que é, já se faz presente. Foi depois disso tudo que eu percebi que a tensão era só mais um dos sinais da sua vinda.

Tensão muscular, tão forte que não consigo mover minha cabeça, entrou em segundo lugar para os seus sintomas peculiares, perdendo somente para mãos e pés formigando (esse dia foi louco).

Eu realmente queria acreditar que uma noite mal dormida foi culpada por tudo isso, mas agora eu sei que não. Era só porque eu faria algo diferente e você queria que eu sentisse medo do novo. Por que isso? Por que você quer me impossibilitar de viver o novo? Sei que te assusta tanto quanto eu, mas deixe-me arriscar viver! Estou ficando cansada de pedir...

Sei que essa é mais uma tentativa frustrada de te afastar, porém sigo invicta. Não vou desistir até você ir.

Um abraço, A.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Desconhecido

A paixão pelo desconhecido
parece ter me vencido
e é a derrota que mais beira à loucura
Pensar em algo novo 
traz um sentimento revigorante
que mesmo pelo medo sendo envolto
dá uma vontade segura de seguir adiante

Esse aperto do distante
Esse nó na garganta
traz tanta...
Nossa! 
Parei para pensar por um instante
É sufocante não te dizer abertamente
mas quem, em sã consciência, entenderia a minha mente?
Quem levaria isso a sério realmente?

Terei de me contentar com as viagens alucinantes
A imaginação mais insana, única e viciante
que esse desconhecido, por algum motivo, me traz
E, apesar dessa intensidade ser a minha prisão domiciliar,
agradeço por ter me dado essa sentença
Graças a você pude descrever 
sobre tudo isso que apareceu sem pedir licença

À beira do precipício
tudo parece ter mais sentido
Na barriga sentimos um frio
e no coração um aperto que o lembra de que ainda está vivo
Pular é dar, novamente, chance às asas voltarem a funcionar
Obrigada por me lembrar disso.



graciele santana


Passagem

Eu não tenho nem para a passagem, mas vou dar um jeito de te ver. Nem que para isso eu tenha que andar 5 km a pé, até conseguir uma caron...